Link para página

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

APOIO DA AUTARQUIA POSSIBILITA AUTONOMIA DO HOSPITAL AMATO LUSITANO NA REALIZAÇÃO DE TESTES AO SARS-CoV-2/COVID-19

27 abr, 2020

No seguimento do apoio de 200 mil euros da autarquia albicastrense à Unidade Local de Saúde, o Hospital Amato Lusitano adquiriu equipamentos que possibilitam a realização de testes ao SARS-CoV-2/Covid-19 em 45 minutos. Com a aquisição destes equipamentos o hospital ganha competências no que respeita à realização de testes ao vírus, situação que antes não se verificava.

Considerando que o valor monetário dirigido à ULS “foi para apoiar a instituição na prevenção e combate à pandemia” o Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, Luís Correia, mostra-se satisfeito uma vez que “a aquisição de material não só fortaleceu o nosso hospital em matéria de diagnóstico ao vírus, mas também lhe possibilitou a aquisição de novas competências”.

O Hospital Amato Lusitano encontra-se agora munido por um extrator automatizado de ácidos nucleicos, por um módulo para ensaios PCR multiplex e ainda por uma plataforma de diagnóstico molecular rápido.

Assegurando que estão já a ser realizados testes de pesquisa de vírus “de grande importância no diagnóstico diferencial da Covid-19”, Eugénia André, Diretora Clínica do Hospital Amato Lusitano considera que os novos equipamentos “representam um passo inequívoco no desenvolvimento da área de diagnóstico em biologia molecular, permitindo a realização de testes para a pesquisa de SARS-CoV-2. Nesta plataforma será também possível efetuar testes na área da microbiologia” e “na área da virologia estão também disponíveis testes”.

Desde a primeira hora que a autarquia albicastrense tem estado em alerta constante às necessidades sentidas pela ULS, apoiando-a na prevenção da propagação e combate ao SARS-CoV-2/Covid-19, não só ao nível financeiro, mas também ao nível humano e logístico.