Link para página

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Autarquia constrói primeiro Parque Canino do distrito

02 out, 2018

A Câmara Municipal de Castelo Branco vai construir um Parque Canino, integrado no Parque Urbano da Cruz do Montalvão.

O parque canino terá cerca de 2500 metros quadrados, será vedado e permitirá uma interação entre donos e animais.

Apetrechado com vários equipamentos para cães, a criação deste espaço pretende promover a vivência social e de encontro.

Luís Correia, autarca albicastrense, adianta que a obra deverá estar concluída no próximo ano e a sua criação resulta de uma necessidade sentida pela população, "pretendemos assim responder aos pedidos realizados pela população durante a consulta pública para o Parque do Montalvão".

"Este é mais um espaço de modernidade para a cidade" conclui Luís Correia.

O parque canino ficará situado localizado junto ao novo troço da Avenida Egas Moniz, será vedado e entre o parque e a zona habitacional será feita uma faixa de distanciamento de aproximadamente 25 metros, de modo a garantir o conforto sonoro e visual dos moradores.

 A integração deste parque no Parque Urbano da Cruz do Montalvão é sobretudo, criada pela vegetação, na sua maioria de carácter mediterrânico. Pretende-se que esta crie uma faixa relativamente ao exterior (edifícios e estrada), proporcionando um espaço e ambiente próprios, assim como a criação de sombra.

Para criar uma ambiência naturalizada, o parque canino é maioritariamente constituído por materiais e equipamentos simples, de cor e textura natural, tais como a madeira e a areia. Ao nível funcional, o espaço é constituído por 2 portões de acesso, vedado com rede metálica e toros de madeira, possuindo uma plataforma de estadia equipada com bancos de betão. O espaço do parque é “animado” por três pequenas modelações de terreno, que integram os elementos arbóreos existentes, e conta com um percurso de obstáculos com  alguns equipamentos (túnel, ponte, slalom e tronco de árvore), tendo-se maioritariamente privilegiado o espaço livre de corrida.