Link para página

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

“Corpo, Abstração e Linguagem na Arte Portuguesa”

12 dez, 2017

“Corpo, Abstração e Linguagem na Arte Portuguesa” reúne 30 obras da Coleção da Secretaria de Estado da Cultura (SEC), à guarda do Museu de Arte Contemporânea de Serralves e é o título da nova exposição que inaugura, no dia 19, às 17h30, no Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco.

A coleção de Serralves é uma coleção de referência que oferece um contexto internacional único para a compreensão da arte contemporânea em Portugal, razão pela qual Castelo Branco é Município Fundador da instituição.

A nova exposição no CCCCB representa, por um lado, os primórdios da constituição da Coleção de Serralves e, por outro, uma perspetiva muito singular sobre a arte produzida em Portugal entre as décadas de 1960-80. As obras escolhidas atestam os diversos níveis de diálogo e confluência formais que os artistas portugueses souberam estabelecer entre si e com o contexto internacional a partir do pós-guerra.

Quase todos os artistas selecionados para esta mostra estudaram e iniciaram as suas carreiras no difícil ambiente da ditadura portuguesa entre os quais se destacam Alberto Carneiro, Ângelo de Sousa, Julião Sarmento e Paula Rego, entre outros.