Link para página

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Quinta do Chinco está pronta para receber as hortas sociais

18 set, 2017

Situada entre dois Bairros da Cidade de Castelo Branco – Bairro da Carapalha e Ribeiro das Perdizes – a Quinta do Chinco, uma antiga exploração agrícola agora requalificada, passa a abarcar um projeto que contempla dinâmicas no âmbito do desenvolvimento social, da agricultura familiar e da sensibilização ambiental, denominado como Hortas Sociais da Quinta do Chinco.

O espaço de 4 hectares de terreno é composto por várias dezenas de hortas com tamanhos que variam entre os 86 e os 158 metros quadrados. A requalificação de todo o espaço envolveu a recuperação de três edifícios e de quatro noras.

Este projeto, com um investimento de cerca de um milhão de euros, pretende estimular a integração e a convivência social entre diferentes gerações, com idades, aptidões físicas e heranças culturais variadas, fomentando o espírito comunitário e a entreajuda.

Pode candidatar-se à utilização das hortas sociais qualquer pessoa maior de idade e a residir no concelho. As candidaturas estão abertas no período de 20 de setembro a 4 de outubro e os interessados poderão aceder à Ficha de Candidatura e às Normas de Acesso, Funcionamento e Utilização das Hortas Sociais da Quinta do Chinco na página oficial da Câmara Municipal de Castelo Branco (www.cm-castelobranco.pt/municipe/areas-de-acao/acao-social/hortas-sociais) ou, presencialmente, no Balcão Único da Câmara.

Para o Presidente da Câmara, Luís Correia, “a Quinta do Chinco tem por um lado um carácter social, permitindo que as pessoas possam fazer ali a pequena agricultura, de subsistência e por outro lado, pretende promover a relação entre elas, para além de lhes atribuir competências na área da agricultura”.

Na realização das Hortas Sociais promover-se-ão as atividades de horticultura e floricultura em modo de produção biológica, a qual impede o uso de pesticidas e fertilizantes químicos sintéticos. Incentivam-se, assim, as práticas ancestrais de trabalho do solo, o uso e a partilha sustentável da água e o aproveitamento das características naturais das plantas para, em conjunto, ajudarem a proteger as culturas.

As Hortas Sociais da Quinta do Chinco poderão ser visitadas no dia 23 de setembro das 9h00 às 13h00, no dia 26 de setembro e dia 02 de outubro das 10h00 às 13h00 e das 16h00 às 19h00.