Link para página

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Zona Industrial de Castelo Branco vai ter uma aceleradora de empresas

13 set, 2017

A Câmara de Castelo Branco vai investir 1,2 milhões de euros na construção de um pavilhão de acolhimento empresarial para instalação de pequenas e médias empresas (PME).

O pavilhão, com 2500 metros quadrados, sete espaços para pequenas e médias empresas (PME), zonas comuns e salas para administração, irá localizar-se na zona industrial de Castelo Branco.

O anúncio da construção deste pavilhão foi dado esta terça-feira, durante a assinatura do contrato de financiamento da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC). Esta entidade vai financiar 85% do investimento nesta infraestrutura, correspondendo assim a um apoio de um milhão e 63 mil euros.

Esta é mais uma oportunidade que aproveitamos com este financiamento. A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) é sensível às dificuldades da região e este é um investimento fundamental para apoiar as empresas”, explicou o presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia.

Para Luís Correia, está assim dado mais um passo neste trabalho de incentivar a criação de emprego.

A Presidente da CCDRC, Ana Abrunhosa, realçou o simbolismo da assinatura do termo de aceitação e adiantou que este se traduz na criação de condições à atividade económica, criando condições para que novas empresas venham para o território.

Ana Abrunhosa elogiou a candidatura da autarquia albicastrense, pela ideia de construir um pavilhão para acolhimento empresarial. “Castelo Branco interpreta bem as tendências de mercado. Cada vez mais as empresas no início de atividade não querem ter os custos de construção, o que querem é espaços como este que aqui vai ser criado" afirmou a responsável da CCDRC.

Castelo Branco participou neste concurso da CCDRC, que recebeu 56 candidaturas das cerca de cem municípios da região Centro. Das 56 candidaturas apresentadas foram aprovadas 39, entre elas, a de Castelo Branco.