Link para página

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Call Center da Segurança Social (re)instala-se

25 mai, 2017

A Câmara Municipal de Castelo Branco e o Instituto de Segurança Social acabam de formalizar um protocolo para instalação de novo Contact Center.

 

A assinatura decorreu no espaço onde o Contact Center irá funcionar, na Avenida 1º de Maio, junto ao Mercado Municipal, local escolhido para “continuar a promover a dinamização do centro da cidade e o comércio de proximidade", adiantou Luís Correia.

 

Até ao final de setembro a Câmara irá entregar o espaço já totalmente requalificado e equipado ao Instituto de Segurança Social, num investimento de um milhão e 650 mil euros. O Instituto terá depois 90 dias iniciar o funcionamento. O espaço terá 150 posições de trabalho, o que significa que poderão ser criados mais de 150 empregos, na sua maioria com contrato sem termo.

 

O presidente da Câmara Municipal, Luís Correia, considera que “esta decisão veio repor um ato injusto, quando em 2012 se encerrou o centro de contacto da Segurança Social e foram despedidas 400 pessoas” e,  acrescenta ainda, “este investimento não estava previsto no Orçamento para 2017, mas a saúde financeira da Câmara permite ganhar estas oportunidades”.

 

O presidente do Conselho Diretivo do Instituto, Rui Fiolhais, considerou o momento de "muito feliz" para a Segurança Social e adiantou que estava em Castelo Branco para "reparar um dano". Adiantou ainda que o centro vai ter uma capacidade diária de 12 mil chamadas, ou seja, vai duplicar a capacidade atual instalada pelos centros distritais que se situa nas seis mil chamadas.

 

Rui Fiolhais sublinhou ainda o papel interventivo e a ação do autarca albicastrense em todo este processo, que culminou com a reposição deste serviço em Castelo Branco.