Link para página

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Cidade em destaque na Tudo Sobre Jardins

10 mai, 2017

A revista Tudo Sobre Jardins divulga o que melhor se faz em Portu­gal, ao nível dos jardins e espaços verdes, por parte das autarquias.

Na edição Nº 76 abril/maio aborda-se Castelo Branco nas suas diferentes dimensões, desde o mais belo jardim clássico -  o Paço Episcopal -, até projetos como o do Barrocal, completamente integrado na paisagem natu­ral, passando por espaços verdes recentes que complementam e valorizam bairros dos anos 80, concebidos sem qualquer preocupação am­biental e de qualidade para os seus habitantes.

No que aos espaços verdes diz respeito, a revista destaca vários parques e jardins e ainda dois em projeto que estarão prontos dentro de um a três anos.

Tudo sobre Jardins elege o Paço Episcopal, que tem sido ao longo de décadas o ex-líbris da cidade, atraindo em média 24 000 visitantes ao ano, provenientes de todas as partes do Mundo. Mas faz ainda referência ao Parque da Cidade e ao Miradouro de São Gens, este último um jardim de contemplação que faz a ligação entre o nível mais alto e a cidade mais abaixo.

Destaque, ainda, para o Parque Urbano da Cidade, um espaço de lazer e desportivo, para o Projeto do Parque do Barrocal, que deverá constituir-se como uma singularidade de exceção da cidade e da região, aspirando a ter um impacto ainda mais vasto, quer nacional, quer internacional, bem como o Projeto do Parque Urbano Cruz de Montalvão, que irá potencializar a relação entre o viver urbano e o contacto com a natureza e, por fim, a Quinta do Chinco com 90 espaços para hortas urbanas, um projeto de simbiose entre a vertente ambiental e a intervenção social.

 Castelo Branco os seus Jardins e Espaços Verdes in­fluenciam o quotidiano de todos os albicastrenses, aumentando a sua qualidade vida, numa perspetiva também de inovação social, nomeadamente com a criação das hortas urbanas.  Estes espaços tão diversificados e ricos têm uma com­ponente mais desportiva ou de lazer para quem aqui vive, mas também podem assumir uma componente turística para quem visita a cidade, nomeadamente o Jardim do Paço Episcopal um dos mais belos de Por­tugal.  A cidade como um destino para o Turismo de Jardins aliado ao Turismo de Natureza e Cultural, é de realçar. O desenvolvimento do Concelho de forma integrada é a estratégia da autarquia.”

Veja a reportagem aqui.