Link para página

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Call Center da Segurança Social reabre

13 abr, 2017

O Instituto da Segurança Social vai reabrir, em Castelo Branco, o Centro de Contacto Telefónico (Call Center) que foi encerrado em 2012.

O Ministério do Trabalho, Solidariedade e da Segurança Social lançou, no início desta semana, o concurso para entregar a privados a gestão do Call Center, que será responsável pela primeira linha de atendimento.

A empresa que ganhar este concurso vai ser responsável por criar um mecanismo de atendimento automático, para as respostas mais diretas e imediatas, e assegurar a triagem dos restantes contactos, sejam eles telefónicos ou por correio eletrónico.

O objetivo da Segurança Social é atender até 12 mil pessoas por dia, e aliviar os centros distritais que ficaram responsáveis pelo atendimento depois do fecho do Call Center de Castelo Branco, em 2012.

Serão criados 150 postos de trabalho e o caderno de encargos estabelece que, pelo menos, 90% sejam contratados sem termo.

O mesmo documento estabelece a obrigação de reforço dos funcionários, sempre que sejam adotadas medidas excecionais e em períodos de maior procura dos serviços.

A reabertura do Centro de Contacto da Segurança Social, em Castelo Branco, integra, segundo o Ministério do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, o Plano Estratégico de Atendimento que o Governo quer ver aplicado ao longo deste ano.

Luís Correia, presidente da Câmara de Castelo Branco, considera que é de toda a justiça repor em Castelo Branco um serviço que existia na cidade, "um serviço que foi encerrado em 2012 e que, na altura, significou o fim de quase 400 postos de trabalho”. Assim, considera e conclui, “era de toda a justiça que o call center fosse reposto em Castelo Branco".

O autarca destaca o facto de para além da criação dos postos de trabalho, 90% destes postos de trabalho serem com contrato sem termo, "porque para além da criação de postos de trabalho, é muito importante as condições que estão a ser oferecidas às pessoas".

A Câmara de Castelo Branco, cede o espaço para a instalação do Call Center, que, segundo o autarca, será na Avenida 1º de Maio, “contribuindo para a dinamização económica e social do centro da cidade”.