Link para página

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Festival Literário Fronteira de volta

16 mar, 2017

A Câmara Municipal de Castelo Branco promove, de 29 de março a 1 de abril, a 5ª edição do Fronteira - Festival Literário de Castelo Branco.

 

O Festival começa em Alcains, no Auditório do Museu do Canteiro, com a apresentação do projeto da Associação para o Desenvolvimento da Raia Centro-Sul (ADRACES), A Canção Raiana Perdida. Será no dia 29, às 21 horas.

 

Pelas escolas vão passar, nos dias 29, 30 e 31, autores como Ana Biscaia, Clara Cunha, José Dias Pires, Joana Bértolo, Miguel-Manso e Patrícia Portela.

 

No dia 1, sábado, as atividades dirigem-se a toda a comunidade, durante a manhã, com um workshop de ilustração com Vasco Gargalo.

 

À tarde, a partir das 15 horas, vão realizar-se várias mesas redondas, na Biblioteca Municipal de Castelo Branco, onde participam autores como Fernando Pinto do Amaral, Jaime Rocha, Kalaf Epalanga (dos Buraka Som Sistema), Rui Cardoso Martins, Maria João Lopo de Carvalho e Miguel Miranda.

 

Às 17 horas tem lugar a entrevista de vida, este ano com Álvaro Laborinho Lúcio, que, entre 1990 e 1996, exerceu funções de secretário de Estado da Administração Judiciária, Ministro da Justiça e deputado na Assembleia da República. Em 2014 publicou o seu primeiro livro O chamador, ao qual se seguiu, em 2016, O homem que escrevia azulejos.

 

A sessão de encerramento do Festival terá lugar, às 21h30, com o tema Do pó do palco à poeira cibernética, numa sessão imperdível na qual participam os atores e declamadores Lídia Franco e Vítor de Sousa. Esta sessão vai ter lugar no Auditório do Centro de Cultura Contemporânea.

 

Na 5ª edição do Festival é proposto aos convidados uma reflexão sobre a era de extremos em que vivemos.

 

 

Programação