Link para página

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Autarquia e Liga dos Combatentes assinalam centenário do Armistício

06 nov, 2018

A Câmara Municipal de Castelo Branco associou-se ao Núcleo de Castelo Branco da Liga dos Combatentes para assinalar o centenário da assinatura do Armistício da Grande Guerra.

As comemorações vão ter lugar domingo, dia 11, precisamente o dia em que se assinala a assinatura do documento que colocou fim ao conflito.

Na apresentação do programa comemorativo, o vice-presidente da autarquia José Augusto Alves lembrou as ligações históricas de Castelo Branco com as forças armadas, nomeadamente a presença durante vários anos de dois quartéis na cidade o que contribuiu para o ingresso de muitos militares desta região nas forças armadas.

Não podemos esquecer estes homens que serviram as forças armadas e que hoje, dada a sua idade já avançada, precisam de apoio, que lhes tem sido dado pelo Núcleo da Liga” lembrou José Augusto Alves.

O vice-presidente da autarquia apelou à participação de toda a comunidade nas comemorações de forma a homenagear não só os militares que participaram na Grande Guerra, mas também todos aqueles que ao longo dos anos serviram o país através das forças armadas.

Para o Presidente do Núcleo de Castelo Branco da Liga dos Combatentes, Coronel Gonçalves, este é um programa ambicioso, mas assinala não só o dia do Armistício, mas também os 95 anos do Núcleo da Liga.

O responsável destaca as cerimónias que vão ter lugar a partir das 10:45 junto ao monumento ao Combatente.

Gostaríamos que a população se juntasse a nós nestas comemorações, em que vamos contar com a presença da Força Militar do Regimento de Infantaria 15 de Tomar que estará presente para dignificar esta cerimónia” afirma o presidente do Núcleo da Liga dos Combatentes.

Nesse mesmo dia vai ser apresentada a 2ª edição do Livro Batalhão de Infantaria 21 – o Batalhão dos Beirões na Grande Guerra. O livro da autoria do Tenente-Coronel António Pires Nunes e do Professor Carlos Matos vai ser apresentado às 16 horas no Ciber Centro pelo Coronel Tirocinado Lemos Pires, historiador e especialista em Geopolítica e estratégia.

Entretanto está patente no Ciber Centro uma exposição de painéis e materiais museológicos alusivos à efeméride e no exterior foi reconstruida uma trincheira igual às da Grande Guerra. Exposição bastante didáticas que a organização convida todos a visitar, em especial as escolas do concelho e região.