Link para página

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Mapa de Localização

Contactos

Praça Doutor Hipólito Raposo
6005-270 S. Vicente da Beira

Presidente

Vitor Ribeiro Louro

Vitor Ribeiro Louro

São Vicente da Beira

<p>Escudo de prata, castelo de negro lavrado de ouro, aberto e iluminado do campo, tendo na porta, em grande arco abatido, cavaleiro envergando armadura completa com elmo e sua montada, tudo de negro, realçado de prata; acantonados em chefe, estrela de seis pontas de azul e minguante de vermelho; em ponta, barco de negro realçado de ouro, com dois corvos de negro, o da dextra volvido, um à proa e outro na popa. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco, com a legenda a negro: «S. VICENTE da BEIRA».</p>
<p>(D.R.III Série nº 125, de 28/05/04)</p>

Escudo de prata, castelo de negro lavrado de ouro, aberto e iluminado do campo, tendo na porta, em grande arco abatido, cavaleiro envergando armadura completa com elmo e sua montada, tudo de negro, realçado de prata; acantonados em chefe, estrela de seis pontas de azul e minguante de vermelho; em ponta, barco de negro realçado de ouro, com dois corvos de negro, o da dextra volvido, um à proa e outro na popa. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco, com a legenda a negro: «S. VICENTE da BEIRA».

(D.R.III Série nº 125, de 28/05/04)

Informação da Freguesia

» Toponímia: Em 1173, D. Afonso Henriques, a pedido de um grupo de homens bons que procuraram nome para a terra que havia pouca habitada, e, em louvor das relíquias de S. Vicente, que nesse ano chegaram a Lisboa, aprovou dizendo... "Que se lhe dê o nome de S. Vicente..."

S. Vicente da Beira foi uma das Freguesias mais importantes do Município. Constituiu concelho próprio até aos finais do século XIX, integrando algumas das freguesias que atualmente pertencem a Castelo Branco.

A 36 Kms da sede do Concelho, S. Vicente da Beira situa-se no extremo Norte do Concelho e, no seu limite, com o de Fundão. É ainda delimitada pelas freguesias de Almaceda, Sobral do Campo e Louriçal do Campo.

Segundo a lenda, a povoação foi fundada por D. Afonso Henriques, em 1173, tendo recebido o nome de S. Vicente em virtude de nesse dia os restos mortais daquele Santo estarem a ser trasladados (para Lisboa).

Recebeu Foral, pela primeira vez, em 1195, por D. Sancho I. O Objetivo do monarca era povoar um território que, depois das invasões muçulmanas, se encontrava praticamente deserto. A atribuição deste I Foral integrou-se no designado Sistema da Grande Municipalização, que privilegiou sobretudo a Raia, numa tentativa de defesa das fronteiras nacionais. Por volta do século XIII, pertenceu a D. Pedro - Conde de Barcelos -, o filho de D. Dinis que aqui viveu alguns anos num paço construído para o efeito. Nos séculos seguintes, o primeiro foral foi sendo sucessivamente renovado. Em 20 de Agosto de 1469 e em 22 de Novembro de 1512, este por D. Manuel I.

in "A Terra e suas Memórias Culturais"...

  • Artesanato: Tecelagem (mantos, tapetes e rendas várias)
  • Gastronomia: Fressura com ervas, Seventre (matação), Ensopado de Cabrito, Pão-de-ló, Biscoitos de Azeite e Borrachões
  • Festas e Romarias:
    • Festa de Santo Cristo: 3ª segunda-feira de setembro
    • Senhora da Orada: 4º domingo de maio
  • Feiras Anuais: 3º domingo de janeiro e 3º sábado de setembro
  • Feira Temática: Feira de Artesanato e Gastronomia Estrela Sul (realiza-se em junho)