Link para página

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Mapa de Localização

Contactos

Associação de Apicultores do Parque Natural do Tejo Internacional
Zona Industrial, Rua V / Lote 75
6000 - 790 Castelo Branco

Central Meleira

A Central Meleira de Castelo Branco tem a sua gestão sob alçada da Associação de Apicultores do Parque Natural do Tejo Internacional – MELTAGUS.

Esta Associação representa os apicultores da Região e tem nos seus quadros colaboradores habilitados ao desenvolvimento da atividade daquele estabelecimento.

A Central Meleira pretende tornar a fileira do mel, na Região, mais atrativa e competitiva, promovendo a criação de novas oportunidades de negócio, tentando proporcionar aos apicultores condições para reforçarem a sua capacidade de participação no mercado apícola Nacional e Internacional. 

A Central Meleira apoia o setor apícola, prestando serviços com elevados padrões de qualidade, utilizando procedimentos que cumprem todos os padrões de segurança alimentar, de transparência e de possibilidade de verificação.

Os serviços disponibilizados pela Central Meleira são: Extração de Mel; Triagem e Secagem de Pólen; Processamento de Própolis; Tratamento e Processamento de Ceras; Embalamento e Rotulagem dos produtos obtidos, criando condições adequadas para a respetiva comercialização.

A Central Meleira pretende ainda fomentar o conhecimento, a investigação, o desenvolvimento e a inovação, em parceria com a CATAA, bem como desenvolver atividades lúdicas e pedagógicas destinadas à população em geral.

Criação de Abelhas Rainhas Autóctones

O Centro Nacional de Referência em Criação de Abelhas Rainhas Autóctones (CNRCARA) foi projetado para disponibilizar aos apicultores abelhas rainhas selecionadas, com características produtivas que permitiram aumentar a rentabilidade das explorações, através da melhoria da qualidade e da produtividade das colónias.

Esta infraestrutura, concluída no final do segundo trimestre de 2015, está instalada na "Garalheira", Freguesia de Castelo Branco, propriedade de Município de Castelo Branco, e conta com 200 colónias de abelhas, estabelecidas durante 2014.

Para assegurar o funcionamento e a dinamização do CNRCARA, prosseguindo a maximização da capacidade de produção ali instalada, na produção de abelhas rainhas (fecundadas e virgens), enxames e alvéolos reais e de outros produtos da colmeia (mel, pólen, cera e própolis), bem como a sua disponibilização aos apicultores da Região, e aos demais agentes presentes no mercado, foi estabelecido um protocolo com a MELTAGUS – Associação de Apicultores do Parque Natural do Tejo Internacional.

A atividade de criação de abelhas rainhas requer um apurado trabalho de seleção das rainhas a reproduzir, sujeito a critérios objetivos de definição da natureza genética, da sua capacidade de adaptação ao meio ambiente e da sua capacidade produtiva. Por outro lado, é necessário cumprir um sistema criterioso de organização de trabalho que permita a realização de ciclos de atividades que maximizem a utilização  tanto do equipamento adquirido como dos recursos humanos que estão afetos à atividade.

No CNRCARA é privilegiada a utilização de raças autóctones.

Pretende-se com este projeto, pioneiro no contexto nacional, dinamizar o setor apícola nacional, tornando-o mais competitivo e profissional.

A fileira do mel é das fileiras do sector primário com maior viabilidade na Região da Beira Baixa, pois contribui para a fixação de pessoas e para o apoio à floresta regional.

  • Área de Localização Empresarial
  • INOVCLUSTER
  • Centro Apoio Tecnológico Agro Alimentar
  • CEi - Centro Empresas Inovadoras
  • Parque de Leilões - Beira Baixa
  • Unidade Figo da Índia
  • Balcão Empreendedor / Licenciamento Zero